Monthly Archives: abril 2017

Com 10% de aprovação, Temer nega se sentir abandonado e admite flexibilizar reforma da Previdência

Presidente quis se distanciar de Dilma e diz que não demitirá ministro citado na Lava Jato

 Do R7
Temer tenta se separar de Dilma após processo no TSE: “Uma pessoa apartada da presidente, só juntada no momento da eleição”Nacho Doce/03.04.2017/Reuters

Com 10% de aprovação entre os eleitores brasileiros, segundo o Ibope, o presidente da República, Michel Temer (PMDB), afirmou nesta quinta-feira (6) que não se sente abandonado pelo Congresso Nacional.

Em entrevista à rádio Band News, o peemedebista admitiu flexibilizar as mudanças na Previdência após ser questionado por colegas de partido e por aliados.

— Não me sinto abandonado. Já colocamos coisas dificílimas no Congresso Nacional e foram aprovadas. Quando resolvemos cortar na própria carne, com teto aos gastos públicos, [a votação] demandava 308 votos e tivemos 366 votos na Câmara e tivemos igual percentagem no Senado Federal.

Alvo de uma ação no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), movida pelo PSDB, que pode culminar com a cassação do seu mandato, Temer tentou mais uma vez desvencilhar sua campanha eleitoral em 2014, à vice-presidência da República, da de Dilma Rousseff, candidata eleita naquele pleito para comandar o Brasil até 2018.

— Primeiro, as contas foram prestadas separadamente e foram julgadas em conjunto. Em segundo lugar, o problema não é a aplicação dos recursos, mas a arrecadação, se foi lícita ou ilícia. […] Eu arrecadei uma pequena parte para a campanha do vice-presidente da República, […] o contexto constitucional é de uma pessoa apartada da presidente, só juntada no momento da eleição. […] Quando dizem que houve 54 milhões de votos, […] houve uma coligação de partidos que ensejaram esses 54 milhões de votos.

O peemedebista disse defender a Lava Jato no plano profissional, mas disse ter direito de questionar as delações premiadas — Temer já foi citado diversas vezes na operação. Temer reafirmou que não demitirá ministros do seu governo citados na Lava Jato, apenas quem for alvo de processos.

— Defendo a Lava Jato, os resultados, mas não interfiro nela. A Constituição faz uma distinção entre o Legislativo, Executivo e o Judiciário. Cabe só ao Ministério Público e ao Judiciário, seria inconstitucional. No plano pessoal, elogio os trabalhos da Lava Jato. Segundo ponto, você sabe o que é uma delação. É o seguinte: eu falo de você, e você está condenado. Quando alguém fala de outrem, você tem que inquirir. […] Ministro que seja acusado por um delator fica no cargo até a denúncia. Se houver denúncia e ser deferida, ele se afasta do cargo. Tomei uma posição com base no Direito.

Previdência

O presidente disse que conversou com o relator da reforma da Previdência na Câmara, deputado Arthur Maia (PPS-BA), mais cedo nesta quinta-feira e “autorizou” a flexibilização das novas regras para se aposentar — desde que a idade mínima, de 65 anos, não seja alteradda.

— Acabei de autorizar o relator [da reforma da previdência] de fazer os acordos nesse tópico, desde que se mantenha a idade mínima. […] Vamos flexibilizar essas regras. O aposentado não terá prejuízo nenhum. […] A reforma da previdência não vai tirar direitos adquiridos. Depois, a aposentadoria varia de 76% a 80%, ninguém recebe a aposentadoria integral. [Com a reforma], a aposentadoria será maior do que aquela que se verifica. Vamos tomar o caso de 65 anos de idade e 35 de contribuição, ele vai se aposentar com a 86%. […] Nós não vamos prejudicar ninguém. Vamos flexibilizar para atender aos reclamos da população.

http://noticias.r7.com/brasil/com-10-de-aprovacao-temer-nega-se-sentir-abandonado-e-admite-flexibilizar-reforma-da-previdencia-06042017

Relator anuncia que fará mudanças em cinco pontos da reforma da Previdência

Pontos que serão flexibilizados são: regras para trabalhadores rurais; benefícios de prestação continuada; aposentadoria de professores e policiais; pensões e regras de transição.

 Por Gustavo Aguiar e Alexandro Martello, G1, Brasília

relator da reforma da Previdência na Câmara, deputado Artur Maia (PPS-BA), afirmou nesta quinta-feira (6) que, após conversa com o presidente Michel Temer, fará modificações em cinco pontos da proposta:

  1. Regras para trabalhadores rurais;
  2. Benefícios de prestação continuada;
  3. Pensões;
  4. Aposentadoria de professores e policiais;
  5. Regras de transição para o novo regime previdenciário.

O relator participou de uma reunião para discutir a reforma no Palácio do Planalto. Além de Temer e Maia, estavam entre os presentes o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, e o secretário da Previdência, Marcelo Caetano.

Saiba o que diz a proposta original sobre os cinco aspectos que, segundo o relator, sofrerão mudanças:

  • Regra de transição – A idade mínima para aposentaria fica fixada em 65 anos. A regra de transição tira do novo regime previdenciário homens que tenham 50 anos e mulheres com 45. Mas eles precisariam trabalhar 50% a mais do tempo que lhes resta para aposentar, o chamado “pedágio”. Ou seja: uma mulher de 45 anos que se aposentaria com 50 anos teria de trabalhar mais dois anos e meio para se livrar do novo regime.
  • Trabalhadores rurais – Pelo texto original, os profissionais que atuam em atividades agroeconômicas estariam submetidos à regra geral e só poderiam se aposentar aos 65 anos. A medida é alvo de críticas porque admite-se que a natureza do trabalho rural impõe um tempo menor de trabalho.
  • Benefício de Proteção Continuada (BPC) – O texto original desvincula o benefício de pagá-lo a idosos e deficientes no valor de um salário mínimo. Na prática, isso abre brecha tanto para aumentá-lo quando para incrementá-lo. O projeto também prevê a elevação de 65 para 70 anos a idade mínima para o idoso poder recebê-lo.
  • Pensões – O projeto estabelece que, nas pensões por morte, o valor pago à viúva ou ao viúvo será de 50% da aposentadoria do morto com um adicional de 10% para cada dependente, desde que não ultrapasse os 100%. Essa cota não se reverterá para o parente ainda vivo quando o filho completar 18 anos de idade. Além do benefício poder ficar calculado abaixo do salário mínimo, também não seria possível acumulá-la com outra aposentadoria ou pensão.
  • Aposentadoria de policiais e professores – O projeto extingue o regime especial para aposentadoria dessas duas categorias – que atualmente podem se aposentar mais cedo.

Idade mínima não muda, diz relator

Logo após a conversa, Temer deu entrevista à Rádio Bandeirantes na qual disse que havia autorizado o relator a flexibilizar pontos da reforma. Temer, no entanto, ressaltou que deve ser mantida a idade mínima de 65 anos para aposentadoria de homens e mulheres.

A reforma da Previdência é um dos principais projetos do governo Temer para a recuperação da economia.

O texto atualmente tramita na Câmara dos Deputados, mas vem sofrendo resistências até de alguns aliados do governo.

Além da idade mínima de 65 para todos, o texto original também prevê, entre outros pontos, tempo mínimo de 49 de contribuição para o trabalhador se aposentar com o salário máximo pago pela Previdência.

Para Maia, as flexibilizações do texto não vão alterar a “espinha dorsal” da reforma. Ele disse que as mudanças nos cinco pontos, autorizadas por Temer, têm o objetivo de beneficiar os mais pobres.

“Essa manifestação do presidente deixa a nós deputados da base livres para avançar no sentido de realizar esses ajustes. Mas todos eles são no sentido de atender os mais pobres e humildes. A espinha dorsal da reforma, os aspectos econômicos, serão mantidos”, afirmou o relator em entrevista coletiva no Planalto.

Maia voltou a dizer, no entanto, que a fixação da idade mínima em 65 anos para homens e mulheres poderem se aposentar não será alterada. “Esse é um ponto fundamental da reforma, não vamos mudar”, afirmou.

“O objetivo da Previdência é permitir que, ao chegar no fim do período de trabalho, a pessoa tenha garantida a sua subsistência para custear suas despesas quando ela deixar de trabalhar. Não é pagar supersalários, como ocorre hoje”, disse Maia.

Ele ainda informou que deve apresentar o relatório final na comissão da Câmara que analisa o tema no próximo dia 18.

Negociações com deputados

Maia não deu detalhes de como ficarão os cinco itens após as mudanças que vai fazer no texto original.

O relator disse que o modo como vão ocorrer as alterações dependerá de negociações com os deputados na Câmara.

Segundo Maia, a maioria das emendas apresentadas na comissão da reforma da Previdência tratam de flexibilizar os cinco pontos.

Sobre mudanças na regra de transição, Maia antecipou que o relatório trará uma proposta de escalonamento.

Segundo a proposta original, uma vez aprovada a reforma, homens acima de 50 anos e mulheres acima de 45 anos estariam submetidos a uma regra de transição, que daria a esses trabalhadores um “pedágio” de 50% a mais no tempo de contribuição necessário para poder se aposentar.

Maia citou um cenário no qual a idade a partir da qual seria aplicada a regra de transição seria de 40 anos para homens e mulheres, mas afirmou que esse seria apenas um exemplo.

“Ainda não existe um texto fechado com relação a isso. Estamos considerando em todos os cálculos uma razoabilidade no sentido de que a idade que falta.”

Cientistas pagam R$ 53 mil para voluntários passarem 2 meses deitados

O experimento faz parte de um estudo sobre microgravidade para analisar as mudanças que ocorrem no corpo de astronautas quando estão em ausência de gravidade

Estudo
Voluntário durante estudo sobre microgravidade
PUBLICADO EM 05/04/17 – 15h06

Cientistas franceses estão em busca de 24 pessoas para participar de um estudo sobre microgravidade. Elas irão receber 16.000 euros (cerca de R$ 53.200) para passar dois meses deitados em uma cama.

O experimento é do Instituto para Medicina Espacial e Fisiologia ??e trata de simular o ambiente vivido por astronautas na Estação Espacial Internacional. Os cientistas querem avaliar os efeitos da quase ausência de gravidade por períodos prolongados no corpo humano. ?

Isso significa que a “cobaia” não poderá se levantar nem para comer, tomar banho ou ir ao banheiro. Voluntários que já passaram por experimentos semelhantes tiveram perda muscular nos membros inferiores, diminuição da densidade dos ossos e dificuldades para permanecer em pé.

Os candidatos devem ser homens de 20 a 45 anos que não fumam, não têm alergias e devem praticar esportes e ter massa corporal entre 22 e 27.

http://www.otempo.com.br/interessa/cientistas-pagam-r-53-mil-para-volunt%C3%A1rios-passarem-2-meses-deitados-1.1456923

 

Fila se forma para ‘Dia D’ de vacinação contra febre amarela em São Pedro

06/04/2017 07h20 – Atualizado em 06/04/2017 07h20

Fila se forma para ‘Dia D’ de vacinação contra febre amarela em São Pedro

Às 7h desta quinta-feira (6), fila de cerca de 300 pessoas já dobra esquina.
Vacinação vai de 8h a 18h na sede do Spec, na Praça do Canhão.

 Paulo Henrique CardosoDo G1 Região dos Lagos
Fila dobra a esquina às 7h em São Pedro (Foto: Antônio Amorim/Arquivo Pessoal)Fila dobra a esquina às 7h em São Pedro (Foto: Antônio Amorim/Arquivo Pessoal)

Uma extensa fila se forma no início da manhã desta quinta-feira (6) em frente ao São Pedro Esporte Clube, em São Pedro da Aldeia, na Região dos Lagos do Rio, para a vacinação contra a febre amarela. Após a confirmação de um caso de febre amarela silvestre em um morador, a cidade terá um “Dia D” de vacinação. Às 7h, cerca de 300 pessoas já esperavam para ser vacinadas; a imunização vai de 8h a 18h. A Prefeitura não informou quantas doses serão disponibilizadas neste “Dia D”.

Imunização é no São Pedro Esporte Clube (Foto: Antônio Amorim/Arquivo Pessoal)Imunização é no São Pedro Esporte Clube
(Foto: Antônio Amorim/Arquivo Pessoal)

Na quinta-feira (30), a Secretaria de Estado de Saúde confirmou que o Rio de Janeiro tem nove casos confirmados da doença: sete, com uma morte, em Casimiro de Abreu, um em São Fidélis, no Norte Fluminense, e um em um morador de São Pedro da Aldeia. Em Silva Jardim, a morte de um homem que se vacinou contra a febre amarela e teve complicações é investigada.

Na sexta (31), um dia depois do caso da doença no morador de São Pedro ser confirmado, uma grande fila também se formou já no início da manhã em frente ao Programa de Atenção Integral à Saúde da Mulher, Criança e Adolescente (PAIMSCA). Às 6h, cerca de 120 pessoas já esperavam na fila pela dose.

Fila já chega à frente da Lagoa de Araruama (Foto: Antônio Amorim/Arquivo Pessoal)Fila já chega à frente da Lagoa de Araruama (Foto: Antônio Amorim/Arquivo Pessoal)

Chilenos presos em jogo em SP são indiciados por associação criminosa e lesão corporal

Os 24 detidos também serão acusados por dano qualificado e desacato. Justiça deve fazer audiência de custódia nesta quinta para definir qual fiança será estabelecida.

Dois dos 26 chilenos que estavam presos após confusão no jogo entre Corinthians e Universidad de Chile, realizado na noite desta quarta-feira (5), na Arena Corinthians, em Itaquera, na Zona Leste de São Paulo, foram liberados na manhã desta quinta-feira (6). Os outros 24 detidos serão indiciados em flagrante por associação criminosa, dano qualificado, lesão corporal e desacato, segundo informou o SPTV.

Ainda nesta quinta justiça fará audiência de custódia para definir qual fiança será estabelecida.

A confusão no setor de visitantes durante o jogo pela primeira fase da Copa Sulamericana terminou com 26 torcedores presos e ao menos sete pessoas feridas.

A torcida chilena e policiais militares entraram em confronto antes mesmo de a bola rolar. Segundo a PM, tudo começou depois que alguns torcedores passaram a depredar a arquibancada do estádio. Eles quebraram cadeiras e as arremessaram no setor destinado aos corintianos e na polícia, que respondeu.

Torcedores chilenos durante confusão na Arena Corinthians (Foto: Reprodução/TV Globo)Torcedores chilenos durante confusão na Arena Corinthians (Foto: Reprodução/TV Globo)

Torcedores chilenos durante confusão na Arena Corinthians (Foto: Reprodução/TV Globo)

“No intervalo, eles se dirigiram ao banheiro e quebraram todo o banheiro do estádio do setor visitante”, afirma o tenente Aílton Pereira Alves. Os torcedores detidos foram encaminhado ao 24º Distrito Policial, na Água Rasa, também na Zona Leste.

Quatro torcedores, dois policiais militares e uma funcionária que trabalhava no estádio ficaram feridos. Nenhum com gravidade. Eles foram levados a hospitais da região, receberam atendimento médico e foram liberados em seguida.

Um jornalista chileno que fazia a cobertura do jogo para uma rádio local disse que a torcida do Universidad de Chile tem fama de violenta no país. “Eles costumam brigar com outras torcidas. Palmeiras, Corinthians, Colo Colo […]. Mas eles não chegam a ser violentos contra outras pessoas que não sejam daqueles times. Ou seja, a briga é entre eles”, afirmou.

http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/chilenos-presos-em-jogo-em-sp-sao-indiciados-por-associacao-criminosa-e-lesao-corporal.ghtml

WhatsApp: 50 mil brasileiros foram prejudicados por “vale-presente do Boticário”

WhatsApp: 50 mil brasileiros foram prejudicados por “vale-presente do Boticário”
Por Redação

Enviar por Email
https://canalte.ch/S1YPK

inShare
2
inShare
Os usuários de dispositivos móveis devem ficar atentos: uma campanha falsa prometendo vale-presente no valor de R$500 nas lojas O Boticário é a nova armadilha de hackers para enganá-los. De acordo com a PSafe, o golpe está sendo disseminado via WhatsApp e já afetou mais de 50 mil pessoas em 5 dias.

Segundo especialistas da companhia, o golpe consiste no recebimento de mensagens de contatos conhecidos ou de algum grupo do WhatsApp, convidando o usuário a clicar no anúncio da promoção para ganhar um cupom no valor de R$500 que poderá ser gasto nas lojas O Boticário.

Ao clicar no link do falso voucher, a vítima é direcionada para uma página na qual deve responder a três perguntas relacionadas à marca, como, por exemplo, “você recomendaria O Boticário a um amigo ou membro da família?”. Após respondê-las, o usuário é incentivado a compartilhar o link do cupom com dez amigos ou grupos via WhatsApp para, só então, poder baixar o falso “vale-presente”. Com essa iniciativa, o cibercriminoso consegue disseminar com maior velocidade o seu golpe, atingindo um maior número de vítimas.

Em seguida, o usuário é encaminhado para se cadastrar em sites maliciosos — que efetuam cobranças indevidas — ou a baixar apps falsos, que podem infectar o smartphone e deixa-lo vulnerável a outros tipos de crimes ou prejuízo financeiro. O ataque elaborado ainda conta com comentários de falsos usuários elogiando a promoção, com o intuito de validar o golpe.

Para não se tornar uma vítima de hackers, o gerente de Segurança da PSafe, Emilio Simoni, reforça a necessidade dos usuários de smartphone terem sempre um antivírus com a função ‘antiphishing’ instalada, garantindo desta forma uma navegação segura na internet. “Somente um software de segurança constantemente atualizado, como o PSafe Total, é capaz de analisar todas as ameaças existentes no mundo virtual. Sem esse tipo de recurso, os usuários ficam desprotegidos”, alerta.

Além disso, é aconselhável adotar um comportamento preventivo ao navegar na internet. A PSafe recomenda, por exemplo, manter o sistema operacional dos smartphones sempre atualizado, só fazer download de apps em lojas oficiais, como a Google Play, e desconfiar de promoções exageradas que chegam por mensagens, checando sempre se a promoção é real ao entrar em contato diretamente com a empresa.

Matéria completa:
https://canaltech.com.br/dica/whatsapp/whatsapp-50-mil-brasileiros-foram-prejudicados-por-vale-presente-do-boticario/
O conteúdo do Canaltech é protegido sob a licença Creative Commons (CC BY-NC-ND). Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

https://canaltech.com.br/dica/whatsapp/whatsapp-50-mil-brasileiros-foram-prejudicados-por-vale-presente-do-boticario/