WhatsApp: 50 mil brasileiros foram prejudicados por “vale-presente do Boticário”

WhatsApp: 50 mil brasileiros foram prejudicados por “vale-presente do Boticário”
Por Redação

Enviar por Email
https://canalte.ch/S1YPK

inShare
2
inShare
Os usuários de dispositivos móveis devem ficar atentos: uma campanha falsa prometendo vale-presente no valor de R$500 nas lojas O Boticário é a nova armadilha de hackers para enganá-los. De acordo com a PSafe, o golpe está sendo disseminado via WhatsApp e já afetou mais de 50 mil pessoas em 5 dias.

Segundo especialistas da companhia, o golpe consiste no recebimento de mensagens de contatos conhecidos ou de algum grupo do WhatsApp, convidando o usuário a clicar no anúncio da promoção para ganhar um cupom no valor de R$500 que poderá ser gasto nas lojas O Boticário.

Ao clicar no link do falso voucher, a vítima é direcionada para uma página na qual deve responder a três perguntas relacionadas à marca, como, por exemplo, “você recomendaria O Boticário a um amigo ou membro da família?”. Após respondê-las, o usuário é incentivado a compartilhar o link do cupom com dez amigos ou grupos via WhatsApp para, só então, poder baixar o falso “vale-presente”. Com essa iniciativa, o cibercriminoso consegue disseminar com maior velocidade o seu golpe, atingindo um maior número de vítimas.

Em seguida, o usuário é encaminhado para se cadastrar em sites maliciosos — que efetuam cobranças indevidas — ou a baixar apps falsos, que podem infectar o smartphone e deixa-lo vulnerável a outros tipos de crimes ou prejuízo financeiro. O ataque elaborado ainda conta com comentários de falsos usuários elogiando a promoção, com o intuito de validar o golpe.

Para não se tornar uma vítima de hackers, o gerente de Segurança da PSafe, Emilio Simoni, reforça a necessidade dos usuários de smartphone terem sempre um antivírus com a função ‘antiphishing’ instalada, garantindo desta forma uma navegação segura na internet. “Somente um software de segurança constantemente atualizado, como o PSafe Total, é capaz de analisar todas as ameaças existentes no mundo virtual. Sem esse tipo de recurso, os usuários ficam desprotegidos”, alerta.

Além disso, é aconselhável adotar um comportamento preventivo ao navegar na internet. A PSafe recomenda, por exemplo, manter o sistema operacional dos smartphones sempre atualizado, só fazer download de apps em lojas oficiais, como a Google Play, e desconfiar de promoções exageradas que chegam por mensagens, checando sempre se a promoção é real ao entrar em contato diretamente com a empresa.

Matéria completa:
https://canaltech.com.br/dica/whatsapp/whatsapp-50-mil-brasileiros-foram-prejudicados-por-vale-presente-do-boticario/
O conteúdo do Canaltech é protegido sob a licença Creative Commons (CC BY-NC-ND). Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

https://canaltech.com.br/dica/whatsapp/whatsapp-50-mil-brasileiros-foram-prejudicados-por-vale-presente-do-boticario/

One Response to WhatsApp: 50 mil brasileiros foram prejudicados por “vale-presente do Boticário”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *