Cruz ou Estaca?

Cruz ou Estaca? Uma simples argumentação.

“É necessário que o Filho do Homem sofra muitas coisas, seja rejeitado pelos anciãos, pelos principais sacerdotes e pelos escribas; seja morto e, no terceiro dia, ressuscite”.  Lucas 9:22 

d34tJesus morreu numa cruz ou em uma estaca de tortura? Esse é um tema sem relevância para a vida cristã, afinal, o que importa é Cristo ter morrido.

Mas, as Testemunhas de Jeová alegam que Jesus morreu em uma estaca, um poste único e não em uma cruz como é comumente aceito. E fazem disso uma bandeira para se mostrarem mais corretos nas escrituras.

Não tenho intenção de fazer uma exposição abrangente, apenas tecer um raciocínio direto para o caso.

Toda argumentação da Torre de Vigia é feita em cima das palavras gregas “staurós”  que são usadas no Novo Testamento. É evidente que o significado de saturós, geralmente, é usado para estaca, mas, isso não representa base sólida para uma argumentação definitiva.

Para não estender esse assunto e ir direto ao ponto que quero focar veja Lucas 23.33 na tradução do Novo Mundo:

“E quando chegaram ao lugar chamado Caveira, pregaram-no numa estaca, e assim também os malfeitores, um à sua direita e outro à sua esquerda.” (Tradução do Novo Mundo)[1]

E agora na tradução Almeida:

Lucas 23.33 “Quando chegaram ao lugar chamado Caveira, ali o crucificaram, ele e também os criminosos, um à sua direita e outro à sua esquerda.” (Almeida Século 21)[2]

Nesta passagem a palavra grega para “pregaram-no numa estaca” (TMN)  ou “crucificaram” (A21) é “stauroo”que conforme o dicionário grego Strong significa: 1) fixar, fincar com estacas 2) fortificar com estacas fincadas 3) crucificar.

A questão, simplória, talvez até ingênua, que quero levantar é analisar o que a bíblia pode dizer sobre isso. Será que há algo, na bíblia, que nos ajude a entender se foi numa “cruz” ou apenas numa “estaca” (um poste único)?

Certo dia estava lendo o evangelho de João e algo me chamou a atenção, um detalhe bem simples, mas, relevante.

As imagens utilizadas pela Torre de Vigia, para ilustrar a crucificação (ou seria estaqueação) sempre mostra uma estaca, claro não poderia ser de outra forma, já que é o que ensinam. Mas, há uma falha nessas gravuras quando comparadas com a própria tradução do Novo Mundo. Observe as figuras com atenção e leia João 20.24-25 na tradução do Novo Mundo:  24  Tomé, porém, um dos doze, que era chamado O Gêmeo, não estava com eles quando Jesus veio. 25  Consequentemente, os outros discípulos diziam-lhe: “Temos visto o Senhor!” Mas, ele lhes disse: “A menos que eu veja nas suas mãos o sinal dos pregos e ponha o meu dedo no sinal dos pregos, e ponha a minha mão no seu lado, certamente não acreditarei.”  [1]

Agora note na versão Almeida Atualizada: 24 Ora Tomé, um dos doze, chamado Dídimo, não estava com eles quando veio Jesus. 25 Disseram-lhe então os outros discípulos: Vimos o Senhor. Mas ele respondeu: Se eu não vir nas suas mãos os sinal dos cravos, e ali não puser a minha mão no seu lado, de modo nenhum acreditarei. [3]

Há um detalhe nessa passagem que contradiz o que eles ensinam. Se você não prestou atenção vou destacar: “Temos visto o Senhor!” Mas, ele lhes disse: “A menos que eu veja nas suas mãos o sinal dos pregos…” (Tradução Novo Mundo)

cristo-cruzSe Jesus morreu em uma estaca, como insistem, em um poste único, eles estão errados ou a bíblia está errada. A própria tradução Novo Mundo diz: “A menos que eu veja nas suas mãos o sinal dos pregos…” (grifo acrescentado) Percebeu? O texto bíblico diz dos “cravos, ou pregos nas suas mãos” está no plural, as figuras ilustrativas mostram apenas um prego nas duas mãos. Algo está errado e não é a bíblia.

A única forma coerente de entender  “nas suas mãos o sinal dos pregos” é  um prego em cada mão, ou seja, a forma clássica da cruz, os braços abertos em uma barra horizontal. Não seria possível, nem necessário, dois pregos com as mãos sobrepostas como ilustram as figuras.

Vou ficar com apenas essa argumentação, ingênua talvez, mas, bíblica. Para mim é suficiente.

Otávio Trinck    http://www.amados.com.br/cruz-ou-estaca-uma-simples-argumentacao/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *