Tag Archives: Vida Cristã

Nunca se defenda

Todos nós nascemos com o desejo de defender-nos. E, caso insista em defender a si mesmo, Deus permitirá que você o faça. Porém, se você entregar sua defesa a Deus, então, Ele o defenderá. Ele disse a Moisés certa vez: “Serei inimigo dos teus inimigos e adversários dos teus adversários” (Êx 23.22).

Somente Deus pode fazer

Fico perplexo pensando nas coisas que nós humanos tentamos fazer talvez sem pensar e por fim ficamos envergonhados quando descobrimos que o que queríamos fazer somente Deus em seu infinito poder pode realizar. Creio que em algumas ocasiões queremos dar uma ajuda para que Deus realize seus propósitos com perfeição, visto que a perfeição é algo presente em seu caráter e a Bíblia nos diz que Ele é perfeito em todas as suas ações, ou em todos os seus caminhos.

Existem coisas que o Senhor determinou que fizéssemos, porém outras, não estão ao nosso alcance e se tentarmos realiza-las, pode estragar tudo, porque determinadas coisas estão além da nossa esfera de atuação e por mais que queiramos fazer, não depende de nós e sim da ação de Deus.

*Gosto de pensar no fato da morte de Lázaro, cuja família o Senhor considerava de forma especial e a palavra de Deus nos diz que aquela família era muito amada pelo Senhor Jesus Cristo. Lázaro já estava morto à quatro dias e ao chegar diante do túmulo o Senhor disse “tirai a pedra”. Será que o Senhor não tinha poder para, com um pensamento retirar aquela pedra? A grande questão é que retirar a pedra aqueles homens podiam, porém retornar a vida a Lázaro somente o Senhor podia. O nosso problema talvez seja não discernir o que podemos e o que não podemos fazer.

*Li uma história de um tecelão que estava no período de aprendizagem e a pessoa que estava ensinando para ele as técnicas de tecelagem, se ausentou do lugar por uma necessidade e disse qualquer problema me procure, não faça nada sem estar completamente seguro. Pois bem, alguns minutos se passaram e houve um problema no tear e o aprendiz tentou resolver sozinho, talvez querendo mostrar suas qualidades para seu mestre, mas o que aconteceu é que o problema se agravou e quando o professor daquele homem chegou, ficou muito irritado dizendo que ele deveria tê-lo procurado antes que piorasse as coisas. A não procura pelo professor causou um grande prejuízo.

Na vida cristã acontece da mesma forma, quando devíamos procurar o Senhor e pedir socorro, acatando os conselhos que nos dá através da sua palavra, atravessamos, trocamos os pés pelas mãos, fazemos tudo do jeito que queremos e sofremos muito porque não nos humilhamos e reconhecemos que sem Deus nada podemos fazer. Somos fracos, limitados e o nosso Senhor é forte, poderoso e ilimitado. Ele pode todas as coisas e não há nada que lhe seja impossível realizar. Se insistirmos em fazer as coisas do nosso jeito, certamente o prejuízo será enorme para a nossa vida física e espiritual.

*Aquela multidão reunida, com fome, os discípulos perguntam para o Senhor se não iria despedir a multidão, visto que já era tarde e eles já estavam famintos. O Senhor disse que eles dessem de comer à multidão e a resposta foi: “Como pode ser isto, duzentos dinheiros não compraria alimento suficiente para todos. O perguntou o Senhor perguntou: o que tendes? A resposta foi: temos apenas cinco pães e dois peixes”? A realidade foi a seguinte: E, tendo mandado que a multidão se assentasse sobre a erva tomou os cinco pães e os dois peixes, e, erguendo os olhos ao céu, os abençoou, e, partindo os pães, deu-os aos discípulos, e os discípulos à multidão. E comeram todos, e saciaram-se; e levantaram dos pedaços, que sobejaram, doze alcofas cheias. E os que comeram foram quase cinco mil homens, além das mulheres e crianças. Mat. 14.19-21

Aqui nos é apresentado um quadro que se repete em nosso dia a dia. Quando olhamos para o tamanho da necessidade e reparamos o que temos nas mãos pra suprir as mesmas, ficamos frustrados, pois o que temos nas mãos é bem menor do que as necessidades. Os discípulos ainda não tinham entendido que eles não podiam dar alimento para aquela multidão enorme, porque neles não habitava esse poder, mas, estavam diante daquele que havia criado aquela multidão e que é O TODO PODEROSO.

*Quando o Senhor e os discípulos atravessavam o Mar da Galiléia, de repente se levanta uma grande tempestade, sobre o mar e o que eles tinham nas mãos para vencerem as ondas e a fúria do vento eram apenas os REMOS. Mas o que eram os remos para se livrarem do mar e da tempestade? O Senhor tranquilamente dormia na popa do barco. Os discípulos foram até Ele e disseram: Senhor, estamos a perecer. Com o poder Criador de todas as coisas o Senhor repreendeu o vento e o mar e se fez grande bonança.

Então Senhor faz uma pergunta pra eles: Porque tendes tão pouca fé? Parece que quando está tudo bem, a nossa fé aumenta, mas, quando as coisas ficam realmente ruins, parece que a nossa fé encolhe. Creio que isto acontece porque queremos fazer o que só Deus pode fazer. Precisamos ter uma confiança inabalável de que o Senhor pode todas as coisas, não importando as circunstâncias, tempo ou espaço.

*Quem sabe estamos enfrentando situações que tem nos entristecido, porque não enxergamos a solução exata e com isso vem o desanimo, a desolação, a tristeza, a vontade de abandonar tudo e quando olhamos as nossas mãos estão tão vazias, não temos os remos, nem cinco pães e dois peixes, temos uma pedra para ser retirada a fim de que a benção chegue até nós, não temos como corrigir o problema do nosso tear e quem dera nesse momento todos nós reconhecêssemos, que é necessário entrar em ação a nossa fé no Senhor Jesus Cristo, pois, sem fé é impossível agradar a Deus, entendendo que existem coisas que só Ele pode fazer, porque são coisas que não estão ao nosso alcance.

*Quando nos depararmos com uma situação difícil, ou no mínimo estranha o que temos que fazer?

a) Devemos analisar a situação, colocando-a diante do Senhor para que Ele possa nos dar discernimento para enfrentarmos o momento. Se não agirmos assim, podemos nos encher da certeza, que a tendência da situação é piorar.

b) Devemos verificar o que temos nas mãos para enfrentar a situação, e quando percebermos que não temos muito ou nada, então é hora de confiar na atuação do Senhor. Ele transforma o nosso nada em tudo. Ele tira recursos de onde não existe nenhum. Ele realiza maravilhas onde tudo é horrível.

c) Temos que saber o momento de agirmos, porque somos limitados, assim como temos que saber o momento que só Deus pode agir e assim confiarmos inteiramente no seu poder, graça e misericórdia.

d) Quando portarmos assim, vamos ver as maravilhas do Senhor e demonstraremos que a nossa fé é viva e eficaz. A partir dai vamos testemunhar com ousadia da grandeza e das perfeições do nosso Deus.

Paulo Roberto Magri
paulorobertomagri@hotmail.com

A Prova dos Seguidores de Cristo

Provérbios 3:5-7   Confia no SENHOR de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento.
Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas.

1-A pessoa confiante em si mesma 

Não sejas sábio aos teus próprios olhos; teme ao SENHOR e aparta-te do mal.

A Fé Olha Para o Futuro

 “Sabendo que aquele que ressuscitou o Senhor Jesus também nos ressuscitará com Jesus e nos apresentará convosco.” 2 Cor 4:14 – 18

Porque todas as coisas existem por amor de vós, para que a graça, multiplicando-se, torne abundantes as ações de graças por meio de muitos, para glória de Deus.

Por isso, não desanimamos; pelo contrário, mesmo que o nosso homem exterior se corrompa, contudo, o nosso homem interior se renova de dia em dia. Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós eterno peso de glória, acima de toda